Como definir uma estratégia de Marketing Digital?

Como definir uma estratégia de Marketing Digital?

Colocar ações de marketing digital em movimento sem um plano ou estratégia de marketing previamente planejado pode levar ao fracasso por não considerar todos os aspectos que podem impactar seu desenvolvimento. Certamente ao desenvolver um plano de marketing digital , você deve incluir componentes como determinar seu público-alvo (personalidade do comprador) , objetivos de negócios e uma proposta de valor adequada.

Quando o cliente passa seus objetivos e metas desejadas para uma agência de marketing digital, inicia-se uma tarefa de extrema inteligência a ser realizada: a definição da Estratégia de Marketing Digital.

A definição da estratégia a ser executada é uma das primeiras entregas de uma agência de marketing digital ao cliente. É aqui que se inicia toda a performance do time responsável.

O que é um plano de marketing digital?

A estratégia de marketing digital é o caminho que uma agência de marketing seguirá para chegar ao resultado desejado pelo cliente, seja aumento das vendas, mais clientes, maior reconhecimento no mercado etc.

Antes de desenvolver as etapas que definem a estrutura de um plano de marketing digital, você precisa se sentir confortável no domínio on-line da sua empresa, seu objetivo, os canais em que você deve estar presente, quem é sua concorrência e o que eles fazem.

Em geral, em um plano de marketing digital, a agência apresentará os seguintes itens ao cliente:

  • Prazo: data-limite para atingir o resultado acordado;
  • Objetivo: sejam referentes a cada etapa da estratégia, ou a meta a ser desenvolvida com as ações, de forma global;
  • KPIs: índices de mensuração utilizados para analisar a meta e a evolução – como ROI, CAC, LTV etc.;
  • Mídias e materiais: peças e canais a ser utilizados para a divulgação;
  • Outras informações:
    1. Público-alvo;
    2. Cenário do nicho/mercado;
    3. Informações de concorrência;
    4. Conceitos a ser utilizados e outras.

Para cada objetivo pode haver uma ou mais mídias, páginas web e materiais específicos envolvidos. Confira, a seguir, alguns exemplos dessas soluções digitais para negócios:

  • Website: endereço na internet que vai hospedar informações sobre a empresa, contato, acesso à área de membros – se for o caso – e blog;
  • Landing page: página na internet encontrada ao final de um funil de vendas – isto é, logo depois clicar em anúncios – que oferece a venda de um produto/serviço, ou isca digital, para a captura de lead;
  • Plataforma Google: espaço para criar anúncios via Google;
  • Redes sociais: perfis em mídias sociais que irão divulgar a marca e promoções;
  • E-mail marketing: conteúdo de nutrição para o banco de leads – mailing list);
  • SEO: estratégias de otimização no Google para que uma página esteja no início de resultados das pesquisas;
  • Marketing off-line: peças que estão fora do meio digital, como banners, flyers, folders, spot para rádio, publicidades televisivas, outdoor;
  • Inbound marketing: materiais gratuitos para educação e persuasão de leads;
  • Automação e ferramentas: softwares para automação de resultados e estratégias digitais;
  • Blog: espaço no site para divulgação de conteúdos informativos ou de entretenimento.
  • Vídeos: conteúdos audiovisuais com diferentes objetivos, que irão depender do objetivo da marca;
  • E-books: materiais aprofundados sobre determinados assuntos de interesse do público-alvo;
  • Webinars: aulas on-line para a criação de autoridade de uma marca, geralmente usadas no início de um funil de vendas.

Para que serve uma Estratégia de marketing digital?

A resposta pode estar nestes três tópico:

  • Atraia, convença, converta e faça seus clientes se apaixonarem por seu produto ou serviço .  
  • Planeje todas as estratégias e ações para alcançar seu cliente-alvo.
  • Segmente suas campanhas de marketing para fornecer valor em todas as etapas.

A estratégia de marketing digital serve justamente para criar um caminho seguro, confiável e assertivo até lá.

No entanto, vale destacar que as estratégias desenhadas pela equipe da agência de marketing digital são baseadas em experiências concretas pelas quais o time passou com outros empreendimentos, com acertos, erros e muito estudo. Por isso, se tornam ainda mais interessantes e, provavelmente, vantajosas para a empresa contratante.

Desta forma, podendo envolver desde deixar a marca mais bem posicionada a seu público, passando por aumento de vendas de um produto e/ou serviço específico, até mesmo melhorar processos internos e muito mais.

Principais benefícios de ter uma estratégia de marketing digital

  • Mapa do tesouro: a equipe terá um guia em mãos para seguir em conjunto;
  • Previsões de resultados: é possível prever quando os resultados chegarão;
  • Mini-metas: as estratégias também fragmentam a meta principal em pequenas realizações para que tudo caminhe rapidamente e com segurança;
  • Documento: é o material que comprovará o compromisso da agência de marketing digital contratada em relação a seu negócio;
  • Garantia: é claro que nenhuma estratégia garante resultado perfeitos. Mas no Marketing Digital, há dados para analisar de forma mais concreta cada um dos processos, avaliando onde há possíveis falhas e, então, fazendo com que o projeto ganhe força e lucratividade, sendo constantemente aperfeiçoado.

Já por outro lado, uma empresa que executa ações de marketing digital sem nenhuma estratégia poderá:

  • Perder dinheiro: os valores investidos em campanhas, anúncios e plataformas não retornarão com lucros, causando crise e prejuízos;
  • Perder credibilidade: erros poderão acontecer no meio do percurso, prejudicando a imagem da empresa;
  • Perder tempo: a equipe dedicará esforços criativos e tempo de trabalho em tarefas sem objetivo e que, provavelmente, não vão gerar resultados.

Quais as estratégias de marketing digital existentes no mercado?

Atualmente, com o avanço do conhecimento a respeito das plataformas digitais, há incontáveis estratégias que podem ser aplicadas no contexto desse universo. Tudo dependerá do objetivo predeterminado pela empresa ao contratar a agência.

Veja alguns exemplos de estratégias de marketing digital da atualidade:

  • Objetivo: maior reconhecimento da marca.

Quando uma empresa deseja levar seu nome para o conhecimento do grande público, é fundamental ter presença, constância e, principalmente, identidade.

A principal estratégia é a criação de conteúdos para redes sociais. Além disso, a empresa pode contar com otimização SEO, parceria com influencers, blog e um canal no YouTube com conteúdo de entretenimento ou informação (dicas e tutoriais) – dependendo do segmento do cliente.

  • Objetivo: alavancar vendas em e-commerce

Além da presença, citada no item anterior, para aumentar as vendas em uma loja virtual é preciso maximizar o tráfego orgânico, tráfego pago e funil de vendas elaborado com precisão e aprofundamento.

  • Objetivo: educar um público sobre determinada solução

Alguns produtos, principalmente os inovadores, tendem a ter maior dificuldade de entrar no mercado porque, muitas vezes, o público nem sabe que tem aquela ‘dor’ ou necessidade. Nesses casos, a empresa deverá ter uma estratégia de marketing para educar o público, alertando sobre a dor e a solução.

Para isso, é preciso trabalhar com redes sociais, blog e conteúdo de Inbound marketing – vídeos, aulas on-line, webinars, e-books, e-mail marketing e infográficos.

  • Objetivo: divulgar um evento

Em ações mais pontuais, como um evento, é fundamental conversar com pessoas que já conhecem a marca ou a empresa. Assim, os principais canais são as redes sociais, e-mail marketing e site. Além disso, anúncios em Google e Facebook podem acelerar resultados.

Ainda há a possibilidade de mesclar estratégias de marketing digital com off-line. Nesses casos, é fundamental atentar-se em manter uma identidade visual e um estilo de comunicação. Uma peça deve conversar com outra.

Essa combinação é interessante para negócios com forte presença em comunidades específicas como bairros, cidades de menor porte etc., e que tenham seus produtos disseminados para um público cativo. Isso porque a força das vendas físicas será potencializada pelas ações no digital.

Caso duas agências estejam trabalhando em um mesmo projeto, é importante definir quem criará o KV (Key Visual: peça-chave da campanha), para que a outra prestadora de serviço possa desdobrá-la na campanha.

Estratégias para o E-Commerce

Manter as vendas perpétuas em uma loja on-line é uma tarefa difícil! Muitas vezes, para obter excelência em performance, é necessário unir diversas estratégias de marketing digital. Portanto, veja algumas que você pode implementar em seu negócio:

Tráfego pago

Tráfego pago representa anúncios em Google, Sites especializados e Redes sociais (Facebook, Instagram, etc.). Ou seja, é um investimento destinado a levar usuários qualificados à página do e-commerce.

Tráfego orgânico

Abrange todo conteúdo que não há investimento financeiro, como posts em redes sociais, blog, vídeos, otimizações SEO etc.

Blog

No blog, é possível educar os possíveis clientes sobre os produtos comercializados. Exemplos:

  • Dicas de look;
  • Receitas;
  • Tutoriais de artesanato; e
  • Ideias para decoração.

Canal no YouTube

Com a mesma função do blog, este recurso pode gerar a necessidade de compra, assim como o reconhecimento da dor e maior proximidade com a marca.

Redes sociais

Servem para reforçar os anúncios, criar interação e ter mais presença para com as marcas, além de gerar tráfego orgânico e maior visualização para vídeos e posts em blog. Hoje, o próprio YouTube tem relevância de rede social.

Remarketing

Quem nunca foi perseguido por um anúncio após clicar em um site? Remarketing é a estratégia de reforço que pode alavancar as vendas.

E-mail marketing

Pode ser utilizado como comunicação direta de ofertas, promoções, datas comemorativas, comprou o produto x e pode ter interesse no produto y, etc. e dentro de comunicações transacionais em e-mails automatizados de review, programa de pontos, incluindo outras ofertas.

Campanhas sazonais

Excelentes estratégias de marketing digital. Veja algumas que você pode aproveitar:

  • Dia das Mães;
  • Dia dos Pais;
  • Black Friday;
  • Natal;
  • Dia das Crianças;
  • Páscoa; e
  • Dia da Visibilidade LGBTQ+.

Cupons de desconto

Quem não curte um cupom? Por menor que seja, pode ser o pontapé que faltava para um lead fechar o carrinho e finalizar a compra. Portanto, essa estratégia atende os desejos imediatos dos clientes.

Influencers

Os influenciadores digitais apresentam alto impacto nas vendas. Você já viu os “recebidos” ou “unboxing” – momento em que um influenciador abre o pacote de produtos recebido de uma marca.

Além de gerar um buzz a respeito da marca, essa ação divulgará os produtos, trará mais credibilidade e despertará os desejos dos fãs, alavancando vendas.

Estratégias para a Indústria

O grande diferencial de criar estratégias de marketing digital para indústrias é que, em geral, essas empresas precisam de uma comunicação B2B (ou seja, de empresa para empresa). Portanto, é algo bem diferente da estratégia B2C (de Empresa para Consumidor), que é utilizada pelas empresas que vendem para o público.

Sendo assim, o estilo de comunicação, as mídias e até mesmo a linguagem deverão mudar. Confira, a seguir, quais são as principais estratégias para conversar com outras empresas.

Otimização SEO

As buscas no Google são democráticas – independentemente do local ou da profissão, as pessoas vão pesquisar na plataforma. Portanto, essa é uma excelente forma de se comunicar com quem está dentro das empresas.

Tráfego pago

Anúncios na Plataforma Google e Redes sociais específicas como LinkedIn. Este é um investimento destinado a levar usuários qualificados ao website da empresa.

Blog

Ainda carrega um forte poder informativo, alimentando-se de conteúdos de qualidade, podem servir como uma verdadeira biblioteca para profissionais. Invista em novidades e conteúdos aprofundados.

Inbound marketing

Materiais como e-book, infográficos e videoaulas podem se tornar atraente para o público business. Ofereça-os gratuitamente em troca de um endereço de e-mail para contato, criando, assim, um mailing list.

E-mail marketing

E-mails são os canais mais eficientes para se comunicar sobre negócios com pessoas no horário comercial; isso porque a maioria das pessoas acessa diariamente a caixa de entrada.

Dica: aproveite momentos como o início da jornada de trabalho ou a volta do almoço para disparar e-mails, que é, em geral, quando são conferidos e respondidos.

Redes sociais

Em alguns casos, as redes sociais também são excelentes formas de comunicação com o público business. Nesse caso, opte pelo LinkedIn – a maior rede social para profissionais e empresas.

Estratégias para empresas de Serviços

Para gerar mais vendas de serviço, é fundamental criar prova social, ou seja, declarações e comprovações de clientes satisfeitos com aquele tipo de serviço. Além disso, um portfólio pode fazer toda a diferença.

Veja, a seguir, algumas estratégias de marketing digital que poderão ser utilizadas para aumentar o número de interessados em uma empresa prestadora de serviços.

Redes sociais

Terão um papel importante na divulgação de portfólio. Empresas que organizam festas e casamentos, por exemplo, podem usar o Pinterest para criar pastas com inspiração de decoração.

Stories

Merecem destaque! Trabalhar com o reality marketing, na hora em que o serviço é realizado, pode agregar muito para a divulgação.

Nesses casos, é importante que tenham um aspecto amador – feito na hora, de improviso, – e humanização.  No entanto, é importante lembrar que ‘parecer’ de improviso, não quer dizer feito com baixa qualidade estético-visual, ou com desleixo, sobre assuntos aleatórios. Tudo deve ser bem pensado.

Influencers

Também podem ajudar a despertar o desejo por aquele tipo de serviço. Assim, essa estratégia é bastante indicada para empresas que prestam serviços de estética e cuidados pessoais, por exemplo.

Tráfego pago

Anúncios no Google e no Facebook podem acelerar a divulgação dos serviços e, assim, criar promoções com gatilho da urgência ou escassez.

Landing page

Para concluir o funil iniciado nos anúncios, é fundamental trabalhar com uma landing page persuasiva e com excelente usabilidade.

Pode-se também utilizar essas soluções mescladas com otimização SEO, Blogs, E-mail marketing e Inbound marketing.

Estratégias para o Comércio

Uma coisa é fato: o comércio precisa de ações perpétuas e eficientes, principalmente o varejo. Portanto, além de ter muito conteúdo disponível na internet – redes sociais, blog, canal no YouTube etc. –, a agência de marketing digital poderá atuar com:

  • Influencers;
  • Campanhas sazonais;
  • E-mail marketing;
  • Tráfego pago (incluindo Wase Ads); e
  • Cupons de desconto.

Portanto, o importante é que essas estratégias sejam permanentes, ou seja, tenham uma frequência constante para os usuários – sem excessos.

Estratégias para Startups

Em geral, as startups precisam atingir três principais objetivos:

  • Reconhecimento do mercado/clientes;
  • Ganho de autoridade; e
  • Alavancagem rápida de resultados.

Por isso, as principais estratégias são aquelas que visam a divulgação da marca, do portfólio e a atração de leads qualificados. O mais indicado é que as startups atuem com:

  • Redes sociais;
  • Landing page;
  • Inbound marketing;
  • Webinários;
  • Website;
  • SEO;
  • Tráfego pago.

Agora é mão na massa e aguardar os resultados que podemos garantir ao seu negócio.

 Leia também: Saiba quais as principais soluções digitais disponíveis no mercado.